Translate into Portuguese:

 

O Sr José entrou numa papelaria e comprou um grosso caderno de folhas pautadas, dos usados pelos estudantes para apontar as matérias de ensino à medida que julgam que as vão aprendendo.

A falsificação da credencial não lhe levou muito tempo. Vinte e cinco anos de quotidiana prática caligráfica sob a vigilância de oficiais zelosos e subchefes exigentes tinham-lhe valido um domínio pleno das falanges, do pulso e da chave da mão, uma firmeza absoluta tanto nas linhas curvas como nas linhas rectas, um quase instintivo sentido dos grossos e dos finos, que, postos à prova nesta ocasião, deram como resultado um documento capaz de resistir às perscrutações da mais potente das lupas. Denunciadoras, só as impressões digitais e as impregnações invisíveis de suor que ficaram no papel, mas a probabilidade de vir a realizar-se qualquer destes exames era, evidentemente, ínfima. O mais competente perito em grafologia, chamado a depor, juraria que o documento sob juízo era de punho e letra do chefe da Conservatória, e tão autêntico como se ele o tivesse escrito em presença de testemunhas idóneas.

'Em nome dos poderes que me foram conferidos, faço saber, como Conservador desta Conservatória Geral do Registo Civil, a todos quantos vejam esta credencial, que Fulano de Tal, auxiliar de escrita a meu serviço e da Conservatória Geral que dirijo, recebeu directamente de mim a ordem e o encargo de averiguar e apurar tudo quanto diga respeito à vida passada, presente e futura de Fulana de Tal, nascida nesta cidade a tantos de tal…'

 

 

(José Saramago)